22 de abr de 2013

{FIC} 4ever


Capítulo 9 ~Ultimos Capitulos~


O outro dia passou rápido e já era quase hora da festa. As meninas foram se arrumar na casa de Lua.
– Ai, que droga! – Sophia gritou do banheiro.
– O que foi? – as meninas perguntaram.
– Manchei meu vestido branco! Merda de menstruação! – Sophia continuou gritando.
– Isso é uma praga que eu vou ficar nove meses sem! – disse Melanie.
– Tá conseguindo tirar a mancha? – Lua perguntou.
– To, sim, ainda bem!
– Ai, meninas, eu to achando esse vestido estranho. Ele é muito curto! – disse Lua, olhando-se no espelho. Ela estava com um vestido preto tomara-que-caia que mostrava toda a coxa da menina.
– Eu achei lindo, Luh – Melanie falou, olhando-se no espelho. Ela estava com vestido vermelho bem decotado.
Elas escutaram o barulho de pedrinhas na janela de Lua. Arthur sempre fazia aquilo. Lua e Melanie, que já estavam prontas, foram olhar na janela.
– Certo, quem são vocês e o que fizeram com as meninas? – Micael perguntou admirado.
– Amoreeeeco! – disse Sophia, aparecendo na janela.
– Nossa, você tá uma gata! – ele falou galanteador.
– Pra você! – ela respondeu, com um olhar sexy.
Arthur e Chay não falaram nada, ficaram só admirando as meninas.
– Vão ficar calados a noite inteira? – perguntou Melanie, encarando Chay.
– Er... desculpa! Ah... dá pra vocês descerem? A gente já tá meio atrasado – disse Chay, saindo do transe.
As meninas fecharam a janela e desceram, abriram a porta e foram cumprimentar os meninos.
– Pode ir trocando de vestido! – disse Arthur, quando viu o comprimento do vestido que Lua estava.
– Como é que é? – Lua perguntou, sentindo-se insultada.
– Eu não vou com você vestindo esse vestido de... de puta! – Arthur falou irritado.
– Então não vai! Eu vou com esse vestido e não to nem aí! – Lua respondeu, virando a cara. – E da próxima vez que você me chamar de puta, você vai ver.
– Mas tá muuuuuito curto!
– Eu vou do jeito que eu quiser! E você não tem nada com isso!
– Claro que eu tenho! Eu sou seu namorado!
– Para de ciúmes, Arthur!
– Eu não quero um bando de marmanjo olhando pra você, Lua!
– Ihh, vai começar! – disse Micael, pegando a mão de Sophia e indo para o carro dele. – Gente, a gente já vai, não queremos esperar esses dois aí brigando!
– Micael, me leva junto? – Lua pediu.
– Er... levo. Entra aí.
– E eu, como eu fico? – Arthur perguntou pasmo.
– Vai pastar Aguiar! – Lua disse furiosa, fechando a porta do carro.
– Vem com a gente, dude – Chay falou, pegando a chave do carro.
Eles entraram no carro e foram em direção à festa.
– Eu não acredito que você falou aquilo, Arthur! – disse Melanie.
– Eu não quero nenhum taradinho olhando as pernas da minha namorada! – ele se defendeu.
– Mas você a chamou de puta! Fumou merda? – Chay perguntou.
– Eu não a chamei, chamei o vestido!
– E ela tava usando, isso quer dizer que você a chamou de puta! – disse Melanie, aumentando o volume da voz.
– Ai, que merda! Eu não preciso de lição de moral, tá legal?


Micael, Sophia e Lua chegaram à festa.
– Agora que eu percebi... Cadê o Harry? – Lua perguntou.
– Pois é, ele não vinha com vocês?
– É que ele foi pegar uma menina – Micael disse meio enrolado.
– QUEM? – as duas gritaram juntas.
– Ah... eu não sei! – ele mentiu.
– Aha, a gente finge que acredita! Conta loooogo! – disse Sophia, sufocando Micael.
– Vocês vão ver! – ele falou, ajeitando a camiseta.
Eles entraram na casa e deram de cara com Dave.
– Luh! – Dave disse, correndo para dar um abraço na menina.
– Daaaaave! – Lua foi correndo ao encontro.
Eles se abraçaram, e David deu um beijo estalado na bochecha de Lua.
– Você tá muito hot! – ele disse meio envergonhado.
– Arthur disse que eu to muito puta – Lua falou, encarando os pés.
– Porque ele é um idiota que não sabe apreciar a namorada que tem!
– Nem me fale... Eu não esperava uma reação dessas.
– Vem, vamos sentar à uma mesa e pegar umas bebidas! – ele disse pegando a mão de Lua e indo pra barzinho da casa do amigo.
– Eu quero um uísque – ela disse.
– Vai começar forte hoje!
– To precisando! – ela falou, dando um falso sorriso. Ele retribuiu o sorriso e serviu Lua.


Arthur,Chay e Melanie tinham acabado de chegar à festa, quando Arthur viu David e Lua juntos.
– O QUE ELA TÁ FAZENDO COM ELE? – ele perguntou indignado.
– Você a chamou de puta Arthur, agora ela tá exercendo o papel! – disse Melanie rindo.
– É o que a gente vai ver!
Ele saiu bufando em direção aos dois, que estavam rindo. Arthur cutucou o ombro de Lua. Ela se virou rápido.
– Ah, é você – ela disse debochando, e Dave deu um risinho.
– Tava esperando o Papai Noel ou o seu outro peguete? – Arthur perguntou zangado.
– O meu outro peguete. Sabe o que é, eu e o Dave precisamos de companhia pra noite, daí eu chamei meninos que eu fiquei semana passada pra gente fazer um grupal, sabe? – Lua disse muito irônica. Dave não conseguiu segurar o riso.
– Tá rindo do quê? – Arthur perguntou, virando-se para David.
– Dos seus chifres. Otário! – David disse, pegando a mão de Lua e saindo de perto de Arthur.
Lua virou e o fuzilou com os olhos.
– Abaixa o vestido que dá pra ver a sua mini-bunda! – Arthur gritou zangado.
Lua fez uma cara de insultada e abaixou o vestido. Ela concordava o vestido estava muito curto, mas Arthur não precisava ter dito tudo aquilo.
– Vem, dança comigo, Luh! – David disse com um sorriso irresistível.
Lua aceitou, e ele pegou na cintura da menina. Ficaram dançando coladinhos, e Arthur ficava os encarando, enquanto enchia a cara no bar. Micael e Sophia também estavam dançando, quando, de repente, Harry apareceu com ninguém menos que Marcia.
– O que ela tá fazendo com você, Harry? – Lua e Sophia perguntaram juntas.
– Er... a gente tá ficando! – disse Harry envergonhado.
Lua e Sophia se olharam, fizeram uma cara de nojo e voltaram a dançar sem dizer nada.


Lua saiu da pista de dança e foi buscar mais bebidas. David a seguiu, e Arthur continuava no bar, bebendo.
– Hoooje eu vou encheeer a caara! – Lua gritava, com um garrafa de cerveja na mão.
David a pegou na cintura e foram para o jardim da casa, onde tinha uma piscina. Todos da festa já estavam molhados, jogavam-se na piscina e gritavam. Chay e Melanie estavam filosofando sobre de onde os bebês vem, na beira da piscina.

– Eu acho que os alienígenas injetam um líquido com espermatozóides nos homens enquanto eles tão dormindo – Chay disse sério.
– Eu garanto que os homens topeiras que produzem os espermatozóides e colocam nos homens. Você tá muito bêbado, Chay, que besteira... Alienígenas. – Melanie riu.
– Será que os homens topeiras não são habitantes de outras dimensões e toda noite eles se teletransportam pras paredes do planeta Terra e injetam os espermatozóides nos homens? – Chay perguntou com a mão no queixo.
– Eu acho que eles vivem no subterrâneo! Eles devem ter fabricas gigantes de espermatozóides lá embaixo! – Melanie disse, começando a cavar no jardim.
– Que idéia genial, Melanie! Vamos cavar! –Chay falou, cavando com Melanie.
– Se continuarmos assim logo, logo vamos ver os homens topeiras! – Melanie disse animada.
– Iuuuuupi! Será que eles falam a nossa língua, Mel?
– Claro que não! Não seja bobo, Chay, eles falam topeiriano!
– Mas é claro! Como eu sou idiota – Chay disse, batendo na sua testa.
– O que vocês tão fazendo? – perguntou o casal etanol, que já estava vendo duendes.
– Soph! Estamos cavando pra encontrar a sociedade Topeira! – Melanie disse animada.
– Vem cá você que é forte, Micael. Precisamos cavar mais pra encontrarmos as fábricas de espermatozóides! –Chay falou. Micael e Sophia se abaixaram e ajudaram os amigos a cavar.
– Gente, eu acho que eu vi uma topeira! – Sophia disse feliz.
– Onde?! – eles começaram a gritar desesperados.
– Ali! Olhaaaa, ela tá fugindo! – Sophia começou a correr atrás da topeira imaginaria pelo jardim.
Micael, Melanie e Chay foram atrás, tentando pegar a topeira.
– Temos que pegar a topeira e fazê-la confessar que injeta espermatozóides nos homens! – Chay gritava atrás de Sophia.
– E se ele negar? – Micael perguntou preocupado.
– Aí a gente... A gente cava mais e encontra a sociedade de topeiras e as gigantescas fábricas de fazer espermatozóides! – Melanie respondeu.
– Olha! Ela entrou na piscina! – Sophia disse, correndo atrás. Pulou na piscina e os outros três embriagados foram junto.
– Onde? Onde ela foi? – Chay perguntou preocupado, tirando a cabeça de dentro da água.
– Essa não! Nós a perdemos! – Sophia disse triste.
– Calma, gente! Não podemos desistir! Temos que cavar mais e encontrar a sociedade topeira! – Melanie falou, saindo da piscina.
– Eu tô com ela! Não podemos deixar o mundo sem saber as verdadeiras origens dos bebês! – Micael disse decidido.
– Gente, então quem nos fez foram as topeeeeiras? – Sophia perguntou desesperada, colocando as mãos no rosto.
– Vamos ter que cavar mais para descobrir, cherrie! – Micael disse, cavando um buraco ao lado do outro buraco.
Eles ficaram mais algum tempo cavando e, de repente, Marcia apareceu, perguntando por que diabos eles estavam destruindo o jardim.
– OLHA! A TOPEIRA! – Sophia gritou desesperada e começou a correr atrás de Marcia.
– O QUÊ? EU? TOPEIRA? SOCOOOORROOOO! – Marcia corria desesperada com os quatro loucos correndo atrás.
– Nós sabemos quem você é e o que você veio fazer aqui, topeira maldita! – Micael gritou, tentando pegar Marcia.
– EU NÃO SEI DE NADA DE TOPEIRA! – Ela continuava correndo.
– Você não pode mais negar! Já sacamos o seu planinho de ejetar espermatozóides no Harry e nós não vamos deixar! – disse Melanie.
Marcia viu Lua conversando com David na beira da piscina e se escondeu atrás dela.
– Lua, pelo amor de Deus, me salva daqueles bêbados! Eles acham que eu sou uma topeira!
– O quê? Topeira? Onde? – Lua e David perguntaram ao mesmo tempo.
– PEGUEM A TOPEEEEIRA! – os quatro bêbados gritavam, indo em direção dos outros.
– ELA? TOPEIRA? – Lua gritou assustada. – PEGUE-A, DAVID!
– VOCÊ NÃO VAI FAZER NADA COM ESSES SERES HUMANOS, SUA TOPEIRA GORDA! – disse David, correndo atrás de Marcia.
– Eu não agüento maaaaaais! – Marcia falou, saltando na piscina, e os outros seis se atiraram em cima dela.
– Não tem como negar! Seu plano deu errado, homem topeira otário! – Chay disse, mostrando a língua.
– O que tá acontecendo aqui? – Harry chegou na beira da piscina e teve que entrar para tirar os seis bêbados que queriam afogar a tal "topeira".
– Não, Harry! Você não pode ficar com ela! É tudo um plano para injetar espermatozóides em você! – Lua disse chorosa.
– Harry, você é muito jovem pra ser vítima da topeira! – Sophia falou, começando a chorar.
– Vocês tão tudo bêbados! Ela não é topeira, coisa nenhuma! – Harry defendeu Marcia e ajudou a menina a sair da piscina. Os outros ficaram se olhando.
– Então era tudo mentira, Chay? – Melanie perguntou, com os olhos cheios de lágrimas.
– E-eu acho que sim, meu amor! – Chay respondeu triste.
– Mas e as gigantescas fabricas de espermatozóides? – Micael perguntou confuso.
– O Harry falou que é tudo mentira, xuh! – Sophia disse, abraçando Micael.
– Era tudo uma grande mentira! – Lua falou, abraçando David.
Eles saíram da piscina e pegaram umas toalhas que estavam jogadas no chão.
– HAHAHAA! Você tá toda molhada! – David disse, apontando para Lua.
– HAHAHA! Você também! – ela falou, apontando de volta.
– Micael, tira a camisa! – Sophia mandou.
– Pra quê? – ele perguntou curioso.
– Porque eu quero ver! – ela disse, como se fosse óbvio.
– Eu também quero ver! – Lua e Melanie disseram juntas.
– Ah, Micael, não é justo! Eu achava que você só tirava a camisa pra mim! – Chay disse, fingindo chorar.
– Oh, Chay! Não fique bravo comigo. Me entenda... o nosso relacionamento não está mais sendo o mesmo!
– Mas... mas, Micael, você prometeu! – Chay soluçava.
– Tem coisas na vida que você não pode ter, pequeno gafanhoto – Micael disse muito sábio. – Você não pode me ter só pra você. Você tem que entender que eu sou muito gostoso e todos me querem.
– Você é muito insensível, Micael! – Chay falou, pegando a mão de Melanie e indo para a pista de dança.
– Ah, Chay, eu quero ver o Micael fazer strip! – Melanie disse chateada.
– Eu te faço uma muito mais sensual! – ele falou, com uma voz de galã de novela.
– Maaaaas heeein! Eu to esperando, Borges! – Sophia disse, batendo o pé.
– Uhhhul! Eu vou ver o peitoral gostosão do Borges que a Sophia sempre fica se gabando. – Lua comemorou com os braços para cima e rebolando.
Micael deu um olhar sensual para as meninas e começou a rebolar. Foi tirando os sapatos, meias, e as meninas começaram a fazer uma rodinha para ver o strip tease que Micael estava fazendo.
– UHUL! GOSTOSÃO! – Sophia gritava animada com uma lata de cerveja.
– Quero veeeer mais! – uma menina de trás gritou.
– OWWWW, TIRA O OLHO, VADIAZINHA, QUE ELE JÁ É MEU! – Sophia gritou furiosa.
Micael tirou a camisa, fazendo as meninas que estavam por perto entrar em transe. De um jeito muito sexy, ele atirou sua camiseta para Sophia.
– Viuuuuu, vaaaaadia? Ele é meu! – Sophia disse, mostrando a camisa que ele tinha jogado para ela.
– Isso não significa nada, meu bem! – A menina apareceu e começou a brigar com Sophia.
– Eeeei, vocês podem se acalmar e deixar eu ver o strip? – Lua pediu brava.
– NÃO! – as duas falaram ao mesmo tempo.
Micael já estava sem seu cinto, pronto para tirar a calça. Quando viu Sophia puxando o cabelo de uma menina, colocou o cinto de novo e foi tentar separar as duas.
– Parem com isso! – Micael disse, pegando Sophia.
– Essa idiota acha que você é dela! – Sophia falou, apontando com raiva para uma ruiva desgraçada que ficava mostrando a língua.
– É aquela de peruca vermelha? OWWWWWN, QUE NOJO, DUDE! – Micael falou, com cara de nojo.
Quando a ruiva ouviu o que Micael disse, ela saiu de perto.
– Volta pro galinheiro que você saiu, otária! – Lua gritou, mostrando o dedo do meio.
– É isso aí, Luh! Defende sua amiga! – disse Sophia.
Lua sentiu alguém pegar sua mão e virou para ver quem era.
– Eu quero falar com você – David disse, com o famoso sorriso irresistível. [


– Ok – ela respondeu, retribuindo o sorriso.
Eles foram para uma parte de trás da casa que não tinha ninguém.
– Er... Então, o que você quer falar? – Lua perguntou com a respiração acelerada.
O rosto de David estava muito perto do dela, e ela estava encostada na parede. David deu um sorriso e colocou uma mão na parede, meio que "prendendo" Lua. – O... o que você tá... – Lua ia falar alguma coisa, mas acabou desistindo e fechando seus olhos.
David fechou os olhos também e eles encostaram os lábios.


Harry e Marcia estavam com Arthur no jardim.
– Eu nunca tinha percebido como a Terra giiira, dude! – Arthur disse encantado em perceber o movimento de rotação da Terra.
– Não é a Terra que tá girando, é sua cabeça, seu bicha! – Harry falou, dando um pedala em Arthur.
Micael e Sophia foram conversar com eles.
– Ei, vocês viram a Luh? Eu não a vejo desde o barraco, quando ela saiu com o David – disse Sophia.
– COMO É? ELA SAIU COM O DAVID? – Arthur deu um berro.
– Eu não devia ter dito isso – Sophia disse arrependida.
– Pra onde ela foi? Pra onde aquele desgraçado levou a MINHA Lua? – Arthur perguntou furioso.
– Er... Eu não sei, Arthur! Eles foram naquela direção – Sophia falou, apontando para um lugar.
Arthur saiu correndo. Não queria pensar no que David poderia estar fazendo com Lua. Quando ele a viu, estava lá: aos beijos com David. No maior amasso! Como ela poderia ter feito isso com ele? Involuntariamente, os olhos de Arthur se encheram de lágrimas e ele começou a chorar desesperadamente.
Lua interrompeu o beijo, pois sabia que não era certo. Só porque tinha brigado com Arthur, não significava que poderia sair metendo chifre nele. Ela olhou para o lado e encontrou Arthur com uma garrafa de cerveja na mão e o rosto encharcado de lágrimas.
– Arthur! Arthur, eu posso explicar! – Lua disse, afastando David grosseiramente de perto dela.
– Não tem o que explicar! Eu vi, Lua! Eu vi! – Arthur falou, saindo correndo de perto deles.
– Arthur, por favor, me deixa falar com você! – Lua disse, saindo atrás de Arthur. – Não é o que parece!
– Vai dizer que ele te agarrou a força? – Arthur parou de caminhar e se virou para ela.
– Sim! – ela respondeu chorando.
– Eu vi, Lua! Eu não sou idiota! Você estava na maior pegação com ele! Não tente me enganar! – ele disse, ainda correndo para sair da festa.
– Eu não to tentando te enganar! Por favor, acredite em mim!
– Eu acredito que ele te agarrou à força. Mas você gostou Lua! Eu vi! Você estava adorando! – Arthur disse, entrando na casa.
Lua pegou a sua bolsa e correu atrás de Arthur de novo.
– Arthur! Eu estava brava com você! Eu... eu to tão bêbada que eu não tenho consciência dos meus atos!
– Isso não explica uma traição! – Arthur saiu da casa ainda chorando e gritando.
– Eu sei que não! Mas, por favor! Eu te amo mais que tudo! – Lua parou de andar e continuou a chorar.
Arthur parou de andar também e virou pra ela.
– Terminou – ele disse baixinho encarando seus pés, e continuou andando em direção ao carro.
– Não! Não, Arthur! Por favor, eu não vou conseguir viver sem você! – ela correu chorando atrás dele.
Ele entrou no carro e abriu o vidro.
– Deveria ter pensado isso quando o beijou – Arthur disse baixinho e ligou o carro.
– Arthur, por favor! Me espera, a gente precisa conversar! – Lua começou a correr ao lado do carro, mas ele acelerou, e ela não conseguiu seguir.
Ela se sentou na calçada e começou a chorar, abraçando a cabeça.
– Luh! O que aconteceu? – Sophia perguntou, sentando junto a ela. Micael se sentou do outro lado e abraçou a menina.
– O... o... Arthur... terminou comigo! – ela disse entre soluços e desabando ao terminar a frase.
– Mas por quê? O que aconteceu? – Micael, que estava abraçado a ela, perguntou.
– O David me agarrou. – Ela soluçou. – Eu tava tão bêbada que eu não consegui tirá-lo de perto de mim e acabei deixando, mas era só porque eu tava com muita raiva do Arthur!
– Quer que a gente te leve pra casa? – Micael perguntou, tentando consolar a amiga.
– Não, ela vai pra minha casa, Micael – Sophia disse, abraçando Lua.
Eles entraram no carro, e Micael levou as duas para a casa de Sophia. Deu um beijo na testa de Lua e um selinho em Sophia. 


9 comentários:

  1. eles vão ficar juntos né??
    a web ta muito boa........

    ResponderExcluir
  2. Agora siim ta ficando melhor ainda, quero que a Lua corra um pouquinho atras do Arthur, já que o Arthur corria tanto atras da Lua. Posta maaais !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nãoo a Lua ja sofreu mt por causa dele ele que tem correr atraz dela

      Excluir
  3. amando, esse David tá só atra+alhando o romance da Lu e do Thur, ele tem que arranjar alguem para ficar com ele

    Duda

    ResponderExcluir
  4. São poucas as webs q a mulher "trai" o homen!
    Posta ++++++++++++++++
    Carol aki

    ResponderExcluir
  5. Adoro as brigas e um pouco de drama sempre deixa a web mais interessante..Amandoo

    ResponderExcluir