26 de abr de 2013

(Mini-Web) O que esperar quando você está esperando...



Hey amores! desculpe o atraso mais é por que eu estava meio enferrujada ....espero que gostem;)


Uma, duas e três vezes sentia meu estômago se contrair e me fazer abrir a boca e por tudo para fora! Era como se eu estivesse perdendo toda a força que tinha em meu corpo, já escutei em algum canto que enjoos eram comuns na gravidez e eram um pouco chatos no começo, nem passava pela minha cabeça que seria tão ruim assim! Cheguei a conclusão que essa minha gravidez iria me privar de várias coisas...poxa! estava tão bom receber carinhos dele,ver pelo seu olhar o quanto estava feliz mas por conta do meu estômago traiçoeiro não pude continuar ali. Neste momento me encontrava com os braços em cima da tampa sanitário e minha cabeça sob eles , escutei passos vindo em minha direção e logo deduzi que seria ele não demorou muito para sentir uma mão passeando com os seus  dedos em minhas costas,como um impulso virei para o lado e me deparei com aquele sorriso bobo em seu rosto.

-precisa de ajuda??-sussurrou –eu apenas assenti

Ele me levantou e colocou-me sob os seus pés,fomos até a pia e escovei os dentes simplesmente odiava aquele gosto que ficara na boca...quando estávamos chegando na porta do banheiro ele me colocou em seu colo e levou-me até a cama logo em seguida sentando ao meu lado.
-descansa um pouco meu amor- falou-me sério,com uma voz um tanto autoritária porém doce
-eu vou descer e fazer a nossa janta –olhou para mim com um sorriso sapeca
-juro que tô morrendo de medo da cozinha pegar fogo!´-gargalhei muito e infelizmente sentir aquela vontade de colocar tudo para fora novamente, minha cabeça girava, via tudo embasado me sentei rápido e Arthur percebeu o que eu sentia sentou por trás de mim e passou a fazer carinhos em minha barriga sussurrando coisas como “se acalma” “vai ficar tudo bem” de uma certa forma me acalmei e descansei a minha cabeça em seu ombro respirando fundo.
-Lindo por favor liga pra Sophia e pede a ela pra receitar um remédio de enjoo par mim-supliquei
-certo princesa! Agora me deixa descer – se desvencilhou de mim depositou um beijo na minha testa e saiu.

Era tão ruim ver a Lua naquele estado! E pensar que isso ia durar a gravidez toda me deixava desesperado... peguei meu celular e disquei o número da Sophia chamou 3 vezes e ela atendeu.
-oi Arthur tá tudo bem??-falou toda alegre com aquele jeito Sophia de ser
-oi soft! Pior que não-falei tristonho
-o que foi hein?? tá me assustando-falou preocupada
-calma! Tem como você receitar um remédio de enjoo pra Lua mas que não faça mal a o bebê viu¿-dei um  meio sorriso na última parte
-BEBÊ¿ MAS QUE BEBÊ?? A LUA TÁ GRÁVIDA??-senti  que meus tímpanos iriam estourar
-tá sim Soft !!! dá pra acreditar??-me entusiasmei
-não,não dá pra acreditar!!! Como ela não me contou??!-falou triste
-sophia por favor!!!
Depois de xingar a Lua várias vezes e eu repreende-la  em todas,ela me receitou um remédio e fiz a nossa janta ou melhor pedi a nossa janta ,subi as escadas e cheguei no quarto e Lua estava a os prantos...fiquei desesperado .....
 e ai o que acharam ??? quero comentários...

10 comentários: