24 de abr de 2013

Sábado a Noite

                                          Capítulo 3

Lua ficou mexendo no rádio. Olhava pra trás de vez em quando, ouvindo Mica e Arthur conversando, e percebia que Arthur estava olhando pra ela. Ele sorria e desviava o olhar, timidamente. Ela balançava a cabeça rindo e voltava a encarar o radio. Não sentia a mesma coisa por ele há muito tempo, mas não deixava de admirar como era fofa a forma dele falar, dele rir, de tirar os cabelos do rosto…

- Pára de sorrir que nem uma garota apaixonada e muda de radio… eu não estou pra Westlife hoje’ - Harry disse acordando Lua de um momentâneo transe.

- Oh, desculpe… ‘ - ela sorriu respirando fundo e mudando de radio. Bianca e Sophia, que estavam seguindo os movimentos da amiga, se entreolharam.

- Uh! Pussycat Dolls!’ - Bianca gritou. Sophia começou a rir, ficando de pé, segurando no banco da frente. As duas começaram a dançar Dont´cha com os cabelos voando por causa da velocidade do carro.
I know you like me, I know you do’ - elas cantavam junto com a radio. Mica e Arthur estavam olhando pra elas e rindo, enquanto Harry estava com a mão na porta do carro batendo com o ritmo da musica. Lua começou a rir.

- Vem pra cá dançar conosco, Lua!’ - Bianca disse rindo, puxando o braço de Lua pra parte de trás do carro. Sophia estava gritando a musica e rebolando, fazendo tanto Mica quanto Arthur ficarem apenas com sorrisos imbecis no rosto.

- Eu vou cair aí atrás desse jeito!’ - Lua dizia rindo - ‘Mica, troca comigo’ - ela disse rapidamente, fazendo Mica se levantar e ficar de frente com ela - ‘Não olha pra mim assim, eu vou cair em cima de vocês se não for logo pra frente’ - ela disse rindo. Ele concordou e pulou pro banco. Arthur e ele se lançaram um olhar engraçado antes que Lua sentasse entre Arthur e Sophia no banco de trás.
I know you want it, It’s easy to see, And in the back of your mind I know you should be on with me’ - as três cantaram. Lua olhou pra Arthur rindo, antes de se levantar e ficar ao lado de Bianca e Sophia. As três estavam gritando, com os cabelos ao vento e dançando.

- Se eles verem mais do que vocês querem por causa do tamanho minúsculo da saia escolar de vocês, a culpa não é do meu carro’ - Harry disse rindo. Lua começou a rir, vendo Mica fazer careta pra ele.

- Não fique com ciúmes,! A saia nem é tão curta assim e aposto que o Arthur não seria atrevido de ver mais do que deve’

- De forma nenhuma’ - Arthur disse levantando os braços.

- Ok, essa musica é um saco, mas ela é… boa’ - Mica disse rindo. Olhou pra Sophia e depois pra Arthur com cara de “o que eu faço?”. O amigo devolveu a mesma cara e os dois riram.

Don’t cha wish your girlfriend was hot like me? Don’t cha wish your girlfriend was a freak like me?’ - elas cantavam. Bianca sentou rindo. Olhou pra Arthur e percebeu o jeito que ele olhava pra Lua e depois pra Mica. Sorriu, balançando a cabeça. Ainda bem que ele era passado. Ela se levantou rapidamente.

- Então’ - ela disse - ‘vão estar no Baile de Sábado?’ - ela perguntou.

- Não’ - Harry disse displicente - ‘Isso é apenas mais um evento sacal criado pra confraternização entre pessoas que provavelmente nunca se falariam se não fosse a proximidade da sala de aula’ - ele sorriu malicioso. Todos no carro olharam pra ele.

- Não seja ignorante’ - Lua disse.

- Ele não está sendo’ - Arthur disse - ‘Temos coisas mais importantes a fazer’

- Ah claro, jogar bolinhas de papel pro alto?’ - Sophia perguntou.

- Não’ - Mica olhou ofendido - ‘Somos pessoas ocupadas’

- Claro’ - Lua riu  - ‘Don’t cha wish your girlfriend was raw like me?’ - ela cantou e Mica riu.

- Só pode estar de brincadeira’ - ele voltou a olhar pra Arthur. Os dois riram. As três continuavam cantando e dançando como se eles nem estivessem ali. Estavam se divertindo e não seriam três garotos esquisitos que mudariam a atitude delas.

- Henrry vai estar lá no sábado?’ - Bianca perguntou enquanto os seis estavam na mesa da lanchonete tomando sorvete. Harry olhou pra Mica que olhou pra Arthur.

- Não sei, pergunta pra ele’ - disse com um sorriso maldoso.

- Foi só curiosidade’ - Bianca disse ofendida.

- Então…’ - Arthur olhou pra Lua, que estava do lado dele. Ela engoliu o pedaço de sorvete na boca pensando “não fala comigo, não fala comigo”. Ele sorriu - ‘Vocês vão estar lá no sábado?’ ele olhou pras outras. Lua agradeceu mentalmente.

- Porque não?’ - Sophia disse comendo mais sorvete - ‘A festa vai estar cheia de gatinhos da escola’

- É, a gente precisa conhecer garotos mais interessantes’ - Lua disse. Harry e Mica tossiram e Arthur apenas abaixou a cabeça.

- Me perdoa se eu estiver errado, mas o que o time de futebol tem de interessante?’ - Harry perguntou.

- Quem falou no time de futebol?’ - Bianca pôs a língua pra fora. Mica riu.

- Menos mal… isso indica alguma formação de cérebro por trás desses cabelos todos’

- Muito engraçado’ - Sophia disse irônica olhando pra ele. Mica engoliu o que estava na boca com uma rapidez que fez seus olhos marejarem e lacrimejarem.

- Você está bem?’ - Lua perguntou. Ele concordou olhando pro lado, quase chorando de dor na garganta por causa do gelo.

A porta da lanchonete se abriu e alguns rapazes entraram. Bianca, Lua e Sophia olharam rapidamente. Harry olhou pra Mica e Arthur.

- Certo, rapazes, nossa hora de sair’ - ele ia se levantar. Sophia olhou pra ele.

- Porque estão indo embora?’ - perguntou. Mica e Arthur se entreolharam.

- Não devemos?’ - Arthur olhou pra Lua.

- Se quiserem’ - ela disse dando de ombros sem olhar pra ele. Não podia acreditar nisso! Ela não podia nem olhar pra ele! Olhou rapidamente pra Bianca e viu que ela estava olhando pra ele. Pela amizade dela - ‘Acho melhor vocês irem’ - ela disse. Sophia e Bianca olharam pra amiga.

- Eu sabia’ - Harry sorriu. Beijou o topo da cabeça dela - Até amanha cedo, Lua’ - ele disse e acenou pras outras duas ‘Miladies…’

- Adeus Harry’ - Sophia disse. Arthur se levantou devagar, olhando pros próprios pés. Parou do lado de Lua enquanto Mica se despedia das outras duas.

- Posso falar com você?’

- Melhor não, Arthur’ - Lua disse sem conseguir nem olhar pra ele - ‘Eu não tenho nada pra falar de qualquer forma’ - ela sorriu tentando parecer simpática. Arthur concordou e olhou pra Sophia e Bianca.

- Então… até mais’ - ele disse. Mica seguiu ele e Harry pra fora, sem antes olhar pros rapazes que entraram e fazer uma careta.

- Certo, o que foi isso? Sei que eles não são as melhores pessoas do mundo, mas nem estavam sendo irritantes hoje’ - Sophia olhou pra Lua. Ela balançou a cabeça.

- A presença deles meio que me irrita’ - Lua disse. Bianca franziu a testa percebendo algo estranho - ‘Sei que a gente ia tentar uma aproximação, pelo menos pra não sermos inimigos…’

- Até pelo bem da Giovana, você sabe’ - Sophia disse.

- Sei… sei, me desculpem. Vou me esforçar mais’ - ela disse rindo. Bianca olhou pra trás e depois pra elas.

- Não olhem agora, mas eu acho que a mesa adiante está prestando muita atenção na gente’ -  ela disse. Sophia e Lua olharam ao mesmo tempo pros rapazes que tinha entrado - ‘Obrigada pela discrição’

- Estou fora, vou pra casa’ - Lua disse se levantando. Sophia riu.

- Ah, mas você fica! Fica e vai se divertir! Essa de não estou com saco não cola conosco!’ - Sophia começou a rir com Bianca. As três se levantaram e foram falar com os rapazes.


- Certo, ela me odeia. O que eu fiz?’ - Arthur olhava de Mica pra Harry enquanto voltavam pra casa.

- Você nasceu, meu amigo’ - Harry disse.

- Não seja ignorante, Judd’ - Mica riu - ‘Arthur, ela simplesmente não serve pra você. Escuta, você acha que se eu pudesse eu não estaria com… com alguma delas?’

- Com a Sophia, pode falar’ - Harry disse rindo.

- Eu não disse isso’

- Mas você pensou’

- E você agora lê pensamentos?’ - Mica perguntou rindo - ‘Não interessa, entendeu Arthur? Não adianta fazer essa cara’ - ele riu.

- É minha única opcão - Arthur cruzou os braços ‘- O que eu não entendo é como alguém pode ser tão prepotente de se achar melhor que… que os outros?’

- Não acho que ela se ache melhor’ - Harry disse - ‘Quem acha são os outros’

- Mas eu entendo o Arthur, por exemplo’ - Mica olhou pra Harry - ‘Apesar de saber que você está certo. Droga, isso é difícil…’ - ele coçou a cabeça.

- Eu só queria entender porque diabos eu tenho que passar por isso?’ - Arthur ficou emburrado - Isso não vai ficar assim’

- O que vai fazer? Escrever uma musica pra ela?’ - Harry riu.

- É, cantar suas dores num sábado à noite?’ - Mica disse. Depois parou e olhou pra Arthur sorrindo - ‘Cara, que idéia genial’

- Háaaa’ Arthur sorriu batendo no ombro de Mica - Pensou a mesma coisa que eu?’

- Isso vai ser lindo!’ - Mica disse e Harry apenas riu, balançando a cabeça.



XOXO BIA BERNARDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário