3 de mai de 2013

{FIC} The Love Beteween good and evil


Capitulo 41 

Me virei rapidamente,era um garotinho,parecia ter uns oito anos de idade,seu cabelo era raspado,tipo corte militar,eram de um castanho escuro,quase pretos,seus olhos eram azuis,na verdade era um azul meio verde,uma mistura bonita,ele usava uma calça preta e uma blusa da mesma cor,tinha um emblema estranho,tinha uma forma triangular e era prateado,no pulso esquerdo havia uma pulseira grosa da cor preta,havia um lugar por onde colocar uma chave para destrancar,tinha uma luzinha verde piscando,parecia aquelas pulseiras que alguns presos usam quando são muito perigosos.

–Quem é você?-Perguntei me aproximando dele de vagar.

O garoto não respondeu,eu me agachei na sua frente,o garoto apenas me seguia com os olhos.

–Onde estão seus pais?-Perguntei acariciando seu rosto.

–Morreram.-O garoto respondeu em voz baixa.

–O que faz aqui em baixo?-Olhei em volta.

–Sou um aprendiz.-O garoto sussurrou.

–Aprendiz de que?-Pergunta idiota! Aprendiz de magico que ele nao vai ser!

–De anjo.-Sussurrou.

Aquelas palavras não me fizeram ter medo,na verdade eu me lembrei de Arthur quando era criança.

–Tem mais crianças como você?-Perguntei com um meio sorriso.

–Tem.-Sussurrou.

–Por que esta sussurrando?-Perguntei sorrindo.

–Eles não querem que eu fale com você.-Sussurrou.

–Quem?

–Os castigadores e o conselho.-Respondeu.

–Mas o que faz aqui nesta parte da cidade.

–Vim buscar você,eles querem te ver.

–Não vai conseguir me levar.-Disse levantando e me afastando.

–Por favor,não quero machuca lá.-Ele se aproximou.

–Não se aproxime.-Me afastei mais.

De repente a pulseira começou a apitar, a luzinha estava amarela.

–O que isso significa?-Perguntei assim que o menino fez cara de choro.

–O tempo de te levar ate eles estava se esgotando,venha comigo, por favor.-Ele implorou.

–Se não me levar o que acontece com você?-Perguntei puxando uma mecha de cabelo para traz da orelha.

–Eles me machucam.-O menino fez cara de choro.

Pensei um pouco e conclui que deixaria ele me levar, Arthur com certeza apareceria para me salvar,também senti pena do garoto.

–Me de a mão.-Ele ergueu a mão.

Eu a peguei e no exato momento que fiz isso uma fumaça negra nos cobriu,em um piscar de olhos nos já estávamos e outro lugar,era um corredor largo e iluminado.

–Não tenha medo.-O garoto apertou minha mão.

Depois de andarmos um pouco uma garota que aparentava ter uns 13 anos apareceu,era morena,tinha os cabelos curtos e amarrados em um rabo de cavalo,seus olhos eram castanhos escuro,sua roupas eram iguais a do garoto,ela também usava a pulseira.

–Matheus!-Ela chamou.

Ele a encarou e deu um sorriso,mas a expressão dela era de preocupação.

–Por que essa cara Danielle?-Ele perguntou.

–Os castigadores estão a sua procura, se atrasou pela terceira vez,sabe muito bem o que isso significa.-Ela disse encarando o corredor atrás dela.

–Mas eu…

–É melhor correr,ou o castigo será ainda mais doloroso.

–Leve ela até o conselho.- Ele disse em voz de choro.

Dizendo isso ele correu,eu o observei até ele dobrar o corredor e sumir de vista.

–O que os castigadores fazem?-Perguntei a Danielle que me fuzilava com os olhos.

–Castigam, já esta dizendo ”c-a-s-t-i-g-a-d-o-r-e-s”-Ela disse pegando em minha mão e me arrastando corredor a dentro.

–Que tipo de castigos?-Perguntei meio curiosa.

–Todos que você possa imaginar,deis de espancamento a tortura.-Ela disse.

–Já passou por isso?

–Diversas vezes.-Disse ela apresando o passo.

Estávamos passando por um lugar que parecia um hospital,tinha diversas salas medicas,um delas em especial me chamou a atenção,parecia um berçário,soltei minha mão da de Danielle e encostei o rosto na grande janela que dava vista de tudo que acontecia o consultório,foi quando notei,haviam três médicas que envés de vestirem roupas brancas estavam vestidas de cinza,seus cabelos estavam amarrados em um coque,usavam luvas e mascaras a cima da boca,na mão de cada uma havia um bebê recém nascido,um chorava o outro estava tranquilos observando tudo na sala,já o que parecia ser uma garotinha dormia,era a mais fofa.


–São tão lindos… -Disse sorrindo.

–É melhor não ficar ai,não sei se aguenta ver isso.-Danielle disse com uma voz triste.

–Por que diz isso?-Perguntei sem tirar a cara da janela.

–Observe.-Ela apontou para as medicas.

As medicas colocaram cada bebê em cima de uma maca,em seguida foram até a parte de traz da sala,lá tinha uma espécie de aquário,mas dentro não haviam peixes haviam… Cobras.

–São Najas?-Perguntei arregalando os olhos.

–Naja negra,muito perigosa..-Danielle confirmou.

–O que vão fazer com elas?-Danielle não respondeu.

Eu voltei a observar a cena,as medicas pegaram as cobras pela garganta e as levaram até os bebês,uma delas fez com que a cobra abrisse a boca e pingou o veneno dela nos lábios da bebezinha que dormia.

–O que essa puta esta fazendo?!-Perguntei assustada e enfurecida.

–Estão testando a força das crianças, querem ver se são resistentes o bastante.-Danielle explicou colocando a mão no vidro.

Observei as outras medicas pingarem o veneno na boca dos outros bebês.

–E se não forem resistentes?-Perguntei com os olhos já ardendo prevendo do que ela iria me falar.

As medicas esperaram um tempo e depois foram ver os bebês,a que havia pingado o veneno na boca da bebê que dormia balançou a cabeça negativamente e depois fez sinal de negativo com o dedão.

–Morrem.-Danielle respondeu depois de um longo tempo,sua voz era triste e seus olhos encaravam o chão.

A medica pegou a bebê falecida no colo e depois o colocou em uma grande saco preto,sem dó nem piedade,em seguida o guardou em um frízer de cadáver.

–Venha,vamos embora,não há mais nada para se ver.-Danielle me puxou.

Sequei uma lagrima no canto do olho e continuei a andar. Que horror... Como... Como podem fazer isso?!

Créditos: Cecília 


Pra quem ta perguntado Sim, tenho Instagram é @Shaiisilva e @_thelookfashion Sigo todos de volta e so avisar!


7 comentários:

  1. muito forte este capitulo,espero que nao aconteça nada de mal á Lua
    ass:Sophia

    ResponderExcluir
  2. tou ficando com medo, nao quero que a Lua sofra, o Arthur tem que salvá-la e tirar ela de desse lugar horrivel

    ResponderExcluir
  3. Uauuuuuuuuuuuuuu! Tô impressionada com a coragem da Lu, ela tbm é muito bondosa! AMO essa web, poxa não demora a postar!
    Carol aki

    ResponderExcluir